Nicolás Maduro lança a 'bitcoin venezuelana'

Nicolás Maduro lança a 'bitcoin venezuelana'

O presidente de Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou este domingo pela televisão do País, a criação de uma criptomoeda venezuelana denominada 'Petro' para "avançar na superação de problemas financeiros e em direção a um sistema financeiro sólido". Maduro diz que o petro ajudará o país a "avançar em questões de soberania monetária, realizar transações financeiras, e vencer o bloqueio financeiro". De acordo com o presidente venezuelano, a iniciativa foi proposta pelo Ministro da Educação, Ciência e Tecnologia, Hugbel Roa, cujo ministério será anexado ao novo Observatório Blockchain da Venezuela.

Baptizada de "El Petro", a criptomoeda será criada nos moldes da Bitcoin e será baseada nas reservas de ouro, petróleo, gás e diamantes do país. O governo está mergulhado em uma grave crise económica e diversas agências de classificação de risco já classificam as dívidas venezuelanas como em "default selectivo".

Maduro anuncia a criação do 'Petro', a versão venezuelana do BitCoin

Caracas acusa Washington de "perseguição financeira", uma vez que o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump impôs, em finais de agosto, sanções económicas à Venezuela.

O anúncio da nova moeda foi feito no programa televisivo semanal de Maduro, mas não se conhecem pormenores sobre como e quando vai ser introduzida, nem sobre qual vai ser o valor. A criptomoeda é utilizada em compras na internet e para obter dólares, cuja compra é rigidamente controlada pelo governo Maduro. "Isso é Maduro sendo um palhaço. Isto não tem credibilidade", disse o economista e opositor, Angel Alvarado, citado pela Reuters. Já Jose Guerra adiantou que "não vejo futuro nisso".

Ller este