Naldo sobre agressão: 'Estou me sentindo um lixo'

Naldo sobre agressão: 'Estou me sentindo um lixo'

"Eu vou lutar pela minha família incansavelmente".

Logo após ser solto no início desta quarta-feira (6), Naldo Benny não parou com sua agenda de shows. Eu estou disposto a melhorar e dar isso como exemplo para as pessoas que passam por isso, para que eu possa ajudar com o meu testemunho, com a minha mudança de postura.

Segundo relato de Moranguinho, as agressões ocorriam havia sete anos e ele será indiciado na Lei da Maria da Penha. Estou extremamente destruído, arrependido, quebrado, completamente machucado, arrasado por tudo que aconteceu. No vídeo, ele se diz arrependido: "Mas eu creio que Deus vai fazer um milagre, e eu quero agradecer a Ele em público pela restituição da minha família. Não abro mão da minha família", afirmou o funkeiro, que falou até sobre a busca de tratamento psicológico. "Estou com uma saudade absurda da minha filha, da minha mulher", diz Naldo no áudio. Foi ela também quem teria avisado à polícia que Naldo tinha uma arma em casa. "Eu já estou em busca de ajuda, já estou em busca de profissionais que possam me ajudar para que eu possa estar em condições de rever tudo o que eu fiz, de ser um ser humano melhor".

Em conversa com o site 'O Fuxico', a assessoria da Mulher Moranguinho falou sobre o caso. O cantor foi solto logo depois, após o pagamento de fiança.

Como se não bastasse Moranguinho foi mais adiante ao afirma que Naldo possuía uma arma em casa, sem ter porte por isso, diante dessa acusação Naldo acabou sendo preso em flagrante, como era de se esperar Naldo não ficou muito tempo preso, o mesmo pagou fiança e acabou sendo liberto em menos de quatro horas. Em seu depoimento, a esposa de Naldo disse que ele a agrediu com tapas, socos e puxões de cabelo.

Ller este