Morreu Zé Pedro dos Xutos e Pontapés

Morreu Zé Pedro dos Xutos e Pontapés

O guitarrista e fundador dos Xutos & Pontapés morreu esta quinta-feira, em sua casa, em Lisboa, aos 61 anos de idade. "O vosso carinho, o vosso amor, a vossa energia, toda a força que me transmitem é-me tão forte e vital que só posso humildemente agradecer.Obrigado também a todos os que ontem gritaram o meu nome e fizeram com que tivesse força para continuar naquele palco até ao fim.", escreveu o músico na altura.

José Pedro Amaro dos Santos Reis nasceu em Lisboa, em 14 de setembro de 1956, numa família de sete irmãos, tinha portanto 61 anos de idade. Obrigado à Cristina e aos X & P por tudo e por tanto.

Os bloquistas recordam Zé Pedro "pelo seu contributo musical e pelo seu compromisso cívico, que se cruzou com o Bloco de Esquerda em lutas determinantes contra a guerra, pela descriminalização do aborto e em defesa dos direitos socais". Difícil de acreditar. Sorriso, generosidade, talento, luta.

Em 1977 faz um InterRail e, em França, assistiu a um festival punk, em Mont-de-Marsan. Chegariam um ano depois.

Os Xutos & Pontapés marcaram uma era no rock português e marcaram também gerações.

Na biografia escrita pela irmã, "Não sou o único", Zé Pedro fala sobre os pais e os irmãos, os altos e baixos da carreira dos Xutos & Pontapés e os problemas com a droga e o álcool, que quase lhe tiraram a vida em 2001, quando sofreu uma hemorragia interna.

O primeiro ensaio aconteceu em dezembro de 1978, na Senófila, em Lisboa, e o primeiro concerto realizou-se em 13 de Janeiro de 1979, na sala de Campo de Ourique Alunos de Apolo, em Lisboa. Fez incursões no cinema e nas passereles de moda mas regressaria sempre aos Xutos & Pontapés.

Ller este