Centeno candidato oficial do PSE e com apoio da Alemanha -- Costa

Centeno candidato oficial do PSE e com apoio da Alemanha -- Costa

A ministra das Finanças da Letónia, Dana Reizniece-Ozola, é uma das candidatas à presidência do Eurogrupo (fórum de ministros das Finanças da zona euro), aquela política demonstrou interesse em assumir o cargo.

Questionada pela Lusa sobre a possibilidade de o atual ministro das Finanças não conseguir ser eleito, Maria João Rodrigues escusou-se a responder, insistindo na ideia de que a candidatura de Mário Centeno está "bem encaminhada".

Os candidatos tinham até às 11h, hora de Lisboa, para entrarem na corrida.

O Governo português apresentou nesta quinta-feira (30) a candidatura do ministro das Finanças, Mário Centeno, à presidência do Eurogrupo, segundo nota do gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

"A nossa lógica é de ajudar a contribuir para o consenso, reunir todos", disse António Costa aos jornalistas, à margem da cimeira entre a União Europeia e a União Africana, que termina hoje em Abidjan, na Costa do Marfim.

O Finantial Times assegura que o ministro das Finanças português é o favorito para o título no artigo "Ronaldo para o Eurogrupo". O resultado será anunciado no fim da reunião, havendo logo a seguir uma conferência de imprensa do novo presidente.

Ainda entre os candidatos estão também o ministro socialista da Eslováquia, Peter Kazimir, 49 anos, que terá apresentado - tal como a homóloga letã - a respetiva candidatura até ao prazo limite, apontado para esta sexta-feira, às 11h00. Se vencer a votação da próxima segunda-feira, dia 4 de dezembro, o ministro das Finanças português vai suceder a Jeroen Dijsselbloem.

Sobre a candidatura de António Vitorino à liderança da Organização Mundial para as Migrações (OIM), conhecida também quinta-feira, a eurodeputada portuguesa considerou-a "uma excelente escolha". O novo presidente iniciará funções em janeiro de 2018.

Ller este