Trump lamenta no Twitter por não ser amigo Kim Jong-un

Trump lamenta no Twitter por não ser amigo Kim Jong-un

Ele afirmou também que o líder russo pode ajudar, junto com a China, a resolver a "perigosa crise com a Coreia do Norte".

A Coreia do Norte acusou, este sábado, o presidente americano, Donald Trump, de fazer uma viagem "belicista" pela Ásia que apenas reforçará as ambições nucleares de Pyongyang, afirmando que estas são as ações de um "velho lunático".

Donald Trump voltou a usar o Twitter para se referir ao conflito com a Coreia do Norte.

"Trump, durante sua visita, revelou sua verdadeira natureza como destruidor da paz e estabilidade mundiais e implorou por uma guerra nuclear na península coreana", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores em um comunicado divulgado pela agência estatal de notícias KCNA.

No mesmo dia, Trump havia feito uma ameaça a Kim: "As armas que está desenvolvendo colocam o seu regime em perigo". "Pelo contrário, nos estimulam a acelerar os esforços para a grande causa, que consiste em chegar a uma força nuclear nacional".

Trump e Kim já trocaram insultos no passado em meio à escalada das tensões entre EUA e Coreia do Norte devido aos avanços do programa nuclear e de mísseis do país asiático que podem resultar na capacidade de lançar uma bomba atômica contra a América continental, algo que o presidente americano afirmou que não vai permitir que aconteça.

Trump está na capital do Vietnã, Hanói, no penúltimo dia de sua viagem pela Ásia.

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

Ller este