Torcida da Ponte Preta invade campo e causa tumulto no Majestoso

Torcida da Ponte Preta invade campo e causa tumulto no Majestoso

Revoltada, a torcida derrubou parte das grades de proteção do estádio Moisés Lucarelli, nos minutos finais, e invadiu o campo para tentar agredir os jogadores. O time baiano foi para 43 pontos e depende de mais um triunfo na última rodada, contra o Flamengo, para permanecer na Série A. A partida foi interrompida por mais de 40 minutos e foi encerrada por falta de segurança. Só foi possível respirar ao apito final, aos 51 minutos. Os jogadores dos dois times correram em direção aos vestiários.

Com 39 pontos, a Ponte cai duas posições e termina a penúltima rodada com 39 pontos, acima apenas do Atlético-GO, já rebaixado, com 35.

Com o resultado, o time catarinense respira, mas segue na zona de rebaixamento, agora na 18ª colocação, com 42 pontos.

No Moisés Lucarelli, a Ponte Preta terá um dos jogos mais importantes da temporada.

O lance ocorreu aos 20 minutos do primeiro tempo.

Aos 15, a Ponte Preta ampliou o placar em uma cobrança de pênalti convertida por Danilo Barcelos. Desta vez, foi o Vitória quem marcou dois gols em 15 minutos, porém em um espaço de tempo ainda menor. No lance seguinte, Tréllez contou com uma raspada de cabeça no zagueiro ponte-pretano para encobrir o goleiro Aranha.

Aranha; Nino Paraíba, Luan Peres, Rodrigo e Jeferson; Elton, Wendel, Danilo Barcelos e Léo Artur; Lucca e Léo Gamalho.

O zagueiro se estranhou com Tréllez, atacante do Vitória, na entrada da área campineira, deu uma "dedada" no colombiano e acabou expulso.

Aos 12 minutos, após escanteio cobrado por Carlos Eduardo, Danilinho cabeceou a bola para o meio da área e André Lima finalizou para o fundo das redes.

A confusão em Campinas começou assim que Tréllez marcou o terceiro gol do Vitória na partida, aos 36 minutos do segundo tempo. O juiz Ricardo Marques Ribeiro aplicou o cartão vermelho após flagrar o atleta cometendo o ato mais de uma vez durante o jogo.

VITÓRIA - Fernando Miguel, Patric, Kanu, Wallace Reis e Geferson; Ramon (Carlos Eduardo), Uillian Correia e Yago; David, Tréllez e Neilton.

Ller este