Oncologista tira dúvidas sobre o câncer de próstata — Novembro azul

Oncologista tira dúvidas sobre o câncer de próstata — Novembro azul

Já nesta semana, no dia 17 - Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata -, em apoio ao "Novembro Azul", os funcionários da SCBH serão incentivados a usar a cor azul e postarem fotos nas redes sociais, com a #tudoazulnaSantaCasa. Mas há outro motivo muito importante, que é o medo de ser diagnosticado com alguma doença - explicou Ronaldo Damião, professor-titular de Urologia da Uerj e coordenador do projeto Saúde do Homem da Secretaria de Saúde.

Estão previstos 150 atendimentos para pacientes encaminhados pela Secretaria Municipal de Saúde, especificamente para rastreamento do câncer de próstata. Ainda segundo o especialista, justamente por não apresentar sintomas relevantes em estágio inicial é que existe essa importância da realização de exames periódicos. "O exame que pode detectar a doença dura menos de 10 segundos".

O câncer de próstata é a segunda causa de morte por câncer na população masculina, atrás apenas do de pulmão. Se descoberta no início, as chances de cura chegam a 95%. Porém, o maior fator de risco está no histórico familiar, que deve ser um sinal de alerta para os homens. Segundo a diretora de Políticas para as Mulheres Ana Moraes, "a ideia foi a de juntar no mesmo espaço homens e mulheres, num grande esforço pela conscientização e orientação de todos pela necessidade da prevenção".

Segundo a gerente de Marketing Institucional da EMS, Josemara Tsuruoka, a data é uma ótima oportunidade para colocar a saúde no foco da discussão e propor reflexões importantes sobre a prevenção e a qualidade de vida da população. "Com o diagnóstico precoce as chances de recuperação aumentam, assim como a diminuição da possibilidade de sequelas", reforçou. "Vou levar esse alerta para o meu marido e para todos os homens da minha família" destacou. "Meus exames estão em dia, e aos 62 anos a saúde tá 100%" comemorou Nelson.

Chamar a atenção para a necessidade do diagnóstico precoce do câncer de próstata é um dos objetivos da campanha Novembro Azul, promovida pelo Ministério da Saúde.

"Infelizmente, hoje em dia dois em cada dez pacientes com câncer de próstata são diagnosticados em fases mais avançadas da doença, o que torna o tratamento mais difícil", disse o urologista Rafael Buta, da Aliança Instituto de Oncologia, localizado de Brasília. Estatísticas apontam que a cada seis homens um é portador da doença.

Ller este