Música de Anavitória e Tiago Iorc leva Grammy Latino

Música de Anavitória e Tiago Iorc leva Grammy Latino

O hit Despacito brilhou na 18ª edição do Grammy Latino, em Las Vegas, nos Estados Unidos, nesta quinta-feira (16). "Daddy Yankee, obrigada por se juntar".

O fenómeno de "Despacito", êxito firmado por Luis Fonsi e Daddy Yankee que tem feito história no panorama da música internacional, foi o vencedor dos Grammy Latino, conquistando quatro galardões, incluindo de melhor canção e melhor gravação do ano.

"Este prêmio é trabalho em equipe, há muita gente envolvida". Fonsi ainda dedicou os prêmios a Porto Rico, que está se recuperando da tragédia do furacão Maria.

O rapper porto-riquenho Residente, que chegou com nove indicações ao Grammy, acumula duas estatuetas: melhor álbum de música urbana por "Residente", seu ambicioso projeto baseado em um estudo de seu genoma, e pela canção "Somos anormales". Tiago Iorc venceu o Grammy Latino de melhor álbum pop contemporâneo em língua portuguesa, com "Troco likes ao vivo: um filme de Tiago Iorc".

O prémio de melhor álbum do ano e de melhor álbum de salsa foi para "Salsa Big Band", do músico panamense Rubén Blades com Roberto Delgado & Orquesta.

Com a música "Jardim - Pomar", Nando Reis ganhou como o melhor álbum de rock ou música alternativa em língua portuguesa.

A cantora Mart'nália ganhou o prêmio de melhor álbum de samba/pagode, com "+ Misturado".

"Trevo (Tu)", de Ana Caetano & Tiago Iorc, foi distinguida como a melhor canção em língua portuguesa.

Daniel levou o prêmio de melhor álbum de música sertaneja, com "Daniel", e Aline Barros venceu na categoria de melhor álbum de música cristã, com "Acenda a Sua Luz". Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Ller este