Ator acusa Kevin Spacey de assédio durante trabalho em teatro de Londres

Ator acusa Kevin Spacey de assédio durante trabalho em teatro de Londres

Apesar de revelar a vontade de Kevin Spacey, não foi especificado qual o tipo de tratamento que ator de House Of Cards vai realizar. A informação foi confirmada na última quarta-feira (1º), à revista "People", por meio de um representante do astro de "House of Cards".

Entretanto, Staci Wolfe, porta-voz do ator norte-americano, informou que Kevin Spacey irá "tirar o tempo necessário para procurar tratamento", ainda que "nenhuma outra informação será disponibilizada de momento".

Spacey é um de vários grandes nomes da indústria do entretenimento a serem acusados de má conduta sexual por pessoas que estão vindo a público na esteira das alegações feitas contra o produtor de cinema Harvey Weinstein.

Em entrevista ao site "BuzzFeed News", Anthony Rapp, no ar em "Star Trek: Discovery", relatou que foi assediado por Kevin Spacey em uma festa na casa do ator.

Antes do anúncio do representante e logo após a acusação, Kevin disse em nota estar "horrizado" pelo relato de Rapp e afirmou que não se lembra do encontro.

Segundo Spacey o que se aconteceu, foi um "comportamento bêbado profundamente inapropriado".

Ele afirmou, ainda, que "admira" Rapp. No entanto, a plataforma afirma ter tomado essa decisão antes do escândalo ter surgido. "Amei e tive encontros românticos com homens ao longo da minha vida e escolho agora viver como um homem gay", admitiu.

Outro que falou a respeito foi o ator mexicano Roberto Cavazos, que disse que era muito comum Kevin Spacey "caçar" jovens atores, e que "todo mundo" tinha uma história envolvendo o ator: "parece que o único requisito era ser um ator com menos de 30 anos para que o Sr". O protagonista de "House of Cards" (Netflix), que foi diretor artístico do espaço entre 2004 e 2015, terá tentado, por duas vezes e em vão, uma aproximação ao ator.

Ller este