Após ser acusado de assédio, Jeffrey Tambor deixa elenco de Transparent

Após ser acusado de assédio, Jeffrey Tambor deixa elenco de Transparent

O ator, de 73 anos, informou em comunicado que não vê como poderá regressar, depois de na semana passada se ter defendido das acusações dizendo que não é um "predador". O ator Jeffrey Tambor venceu dois Emmys pelo trabalho como o patriarca de uma família que revela ser transsexual e passa a se chamar Maura.

Viver Maura Pfefferman em Transparent foi um dos maiores privilégios criativos da minha vida. Depois de serem conhecidas estas acusações, também a atriz Trace Lysette, que contracena com Tambor na série, veio dizer que o ator aproveitara as filmagens de uma cena na segunda temporada da série para se esfregar no corpo dela. O que ficou claro nas últimas semanas, porém, é que esse não é mais o trabalho para o qual assinei um contrato há quatro anos.

Jeffrey Tambor expressa ainda o "mais profundo arrependimento" por alguma das suas atitudes ter sido "mal interpretada", acrescentando que a ideia de "deliberadamente assediar alguém é simplesmente falsa". "Dada a atmosfera política que está no nosso set, não vejo como posso retornar para Transparent", afirmou.

A Amazon, que produz Transparent, estará já a investigar as alegações de que Tambor teve um comportamento inadequado para com a assistente pessoal. A criadora da série, em cujo pai a história é baseada, não comentou o caso; mas Our Lady J, argumentista e produtora de "Transparent", declarou publicamente o apoio às duas mulheres e defendeu que a série deve continuar - mas sem Jeffrey Tambor.

Tambor é o caso mais recente a vir a público em Hollywood, depois do escândalo sexual no centro do qual se encontra o produtor Harvey Weinstein, acusado de assédio e abusos por mais de 90 mulheres.

Ller este