1,9% dos cursos superiores tem nota máxima em avaliação

1,9% dos cursos superiores tem nota máxima em avaliação

A maioria desses cursos (50,5%) no país recebeu conceito 3.

Somente doze universidades brasileiras atingiram a nota máxima do o ICG (Índice Geral de Cursos), indicador de qualidade de ensino superior, divulgado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) nesta segunda-feira (27).

No universo das instituições de ensino superior estaduais, que somam 39 no Brasil, a Unicentro também se destacou, sendo considerada a sétima melhor, atrás apenas de instituições centenárias como Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Uenf (Universidade Estadual do Norte Fluminense), Unesp (Universidade Estadual Paulista), Uerj (Universidade Estadual do Rio de Janeiro), e de UEL e UEM.

O Conceito Preliminar de Curso (CPC) avalia os cursos de graduação. Só recebem nota no IGC instituições que possuam ao menos um curso avaliado no CPC durante o triênio, e desde que haja estudantes concluindo esse curso. Em segundo lugar do ranking das notas máximas, a Multivix, em Vitória, teve três cursos avaliados com nota cinco: farmácia, enfermagem e educação física. Os resultados do Conceito Enade e do IDD relativos a 2016 já foram divulgados em setembro. Os dados gerais apontam a seguinte distribuição de IGC em 2016: conceito 1 (0,4% das instituições), conceito 2 (14%), conceito 3 (66,7%), conceito 4 (17,4%) e conceito 5 (1,5%). Para tanto, seu cálculo leva em consideração as notas obtidas pelos cursos no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes, o Conceito Preliminar de Cursos (CPC) dos últimos três anos e as notas dos cursos de mestrado e doutorado, que são estabelecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Baixe os dados completos do IGC aqui. Instituições e cursos que não tiverem nota satisfatória podem sofrer punições, como suspensão da seleção de novos alunos, proibição de abertura de vagas e até fechamento do curso O resultado será divulgado em meio a críticas aos cursos de Medicina no País.

Ller este