O impacto em Espanha das declarações de Conceição sobre Casillas

O impacto em Espanha das declarações de Conceição sobre Casillas

"Não posso fechar os olhos a 15 dias de treino que eu acho que não vão de acordo com as minhas exigências", começou por referir o técnico. Sérgio Conceição retirou a titularidade a Casillas porque não pode "abrir exceções" nem se esconde "atrás da carapaça do senhor Iker".

O técnico esclareceu ainda, em conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Boavista, que o guarda-redes espanhol está a voltar ao ritmo e que em breve estará em condições de disputar a baliza de igual para igual com os restantes companheiros.

A imprensa espanhola aludiu a uma conversa que Sérgio Conceição terá mantido com o guardião, que teria sanado o problema, um dado que o treinador portista confirma, embora faça questão de esclarecer alguns pontos, porque "a história teve mais texto". Houve essa conversa porque o Iker quis perceber qual era a razão para sair da equipa e eu expliquei-lhe: a ele e ao grupo.

"Tenho de ser coerente no balneário". "Eles sabem quais são as minhas regras, a forma como eu lidero e como exijo que os jogadores estejam sempre a 100 por cento nos treinos, disse ainda o treinador. Não posso. Quando o Iker voltar a treinar como eu quero, luta com o José Sá, João Costa, Vaná e, daqui a dois mesinhos, quanto voltar, com o Fabiano, por um lugar na equipa", rematou Sérgio Conceição.

Os 15 dias negros de Casillas estão ultrapassados.

O FC Porto defronta o Boavista, no Estádio do Bessa, neste sábado, a partir das 20h30.

Ller este