Nubank apresenta serviço revolucionário, a NuConta

Nubank apresenta serviço revolucionário, a NuConta

Na manhã desta terça-feira (24) a Nubank anunciou durante a realização de um evento na sua sede em São Paulo o seu próprio serviço de conta corrente, o NuConta.

Com quase uma hora de atraso, o vídeo começou no Youtube, e sem muitos rodeios, foi anunciada a NuConta, conta bancária do banco preferido dos brasileiros, segundo a empresa.

De acordo com o fundador da fintech, David Vélez, disse que quem é cliente do Nubank poderá abrir uma conta com "dois cliques". "Como o dinheiro que você coloca na sua NuConta é investido em títulos públicos, a rentabilidade é muito próxima à taxa Selic enquanto a da poupança está fixada em 70% da Selic + Taxa Referencial".

No momento, a NuConta parece indicada apenas para quem já costuma ter dinheiro guardado e quer rendimentos superiores ao da poupança com facilidade.

Enquanto as transferências para outros bancos estão sujeitas aos prazos do sistema bancário brasileiro, o envio de dinheiro para outros clientes Nu Conta é instantâneo.

O produto será "gradativamente distribuído" ao longo dos próximos meses, começando com os clientes do Nubank. Segundo a companhia, novas alternativas de pagamento estarão disponíveis nos próximos meses, como o pagamento de boletos. Segundo a fintech, o dinheiro é investido automaticamente em títulos públicos, e por isso é um investimento de baixo risco. "Eventualmente com a informação do uso da nuconta, poderemos liberar o cartão de crédito para mais pessoas". "A gente espera que todos que tenha o cartão Nubank abram a Nuconta". Vélez lembrou que o país tem mais de 60 milhões de pessoas sem acesso a contas bancárias. No caso de transferências para outros bancos, as transações seguem os prazos definidos pelo Banco Central, mas o Nubank não vai cobrar taxas em transações como DOC e TED.

As transferências entre NuContas poderão ser feitas na plataforma sem a cobrança de tarifas e também terrão suporte de QR Code, o que permitirá enviar o dinheiro para alguém em tempo real. Segundo Cristina Junqueira, isso é uma decisão da empresa, que mantém investimentos elevados para permitir o crescimento da base de usuários.

Ller este