Estado Islâmico volta à carga: outra vez Messi, mas também Neymar

Estado Islâmico volta à carga: outra vez Messi, mas também Neymar

As informações são da agência internacional SITE Intel Group, que monitora as atividades jihadistas na internet. Num pôster divulgado pelo grupo, um terrorista aparece simulando a execução do brasileiro Neymar e do argentino Messi.

Considerados um dos maiores jogadores de futebol do mundo os dois foram protagonistas de uma nova ameaça do Estado Islâmico vinda do grupo apoiador Wafa Media Foundation. Enquanto o craque do PSG chora de joelhos na imagem, o astro do Barcelona aparece caído, com uma bandeira do Estado Islâmico ao lado, aparentemente morto.

"Vocês não viverão em segurança até que a gente viva isso nos países muçulmanos", diz a frase no cartaz em questão. Além de um cartaz com Messi tendo o olho sangrando, o grupo já espalhou outra imagem com um soldado do "califado" armado com um AK-47 e explosivos, observando o Estádio Luzhniki de Moscou (onde será disputada a final do torneio).

Por conta disso, o diário argentino Olé veiculou diversas matérias em que os dirigentes e as autoridades estão muito preocupadas com a segurança de Messi e da delegação argentina.

Ller este