Sócrates defende-se com "filme" da "compra da casa" de Medina — Vídeo

Sócrates defende-se com

Para José Sócrates, o presidente da câmara de Lisboa está a ser vítima de uma "calúnia" e de uma "golpada", por causa das notícias sobre a compra e venda de apartamentos em Lisboa.

Num vídeo intitulado "A Golpada", publicado este domingo, o ex-primeiro-ministro aborda a compra de um duplex por parte do presidente da Câmara de Lisboa, referindo que Fernando Medina está a ser vítima de uma "armadilha política", tal como aconteceu consigo. "Na verdade ela representa um clássico, um filme que já vimos", afirma José Sócrates.

"Em primeiro lugar, alguém escreve uma denúncia anónima que remete ao Ministério Público".

"A partir daqui, o que vemos é o Estado de Direito invertido", visto que, de acordo com o ex-primeiro-ministro, "competirá ao candidato provar a sua inocência e defender-se de toda a infâmia", passando de vítima a alvo.

Para o também arguido da Operação Marquês, estes casos, o dele e o de Medina, mostram um "requinte de perversidade que permite que a vítima se torne duplamente vítima".

"Tudo isto é penosamente idêntico ao que já vimos anteriormente", lamentou-se.

"Nada disto se passaria sem a prestimosa contribuição do Ministério Público que, conscientemente tornou pública a denúncia e a investigação", ironizou Sócrates e que fez com que este caso se transformasse "no assunto crítico desta campanha eleitoral".

Ller este