Por unanimidade, Conselho de Segurança aprova novas sanções contra Coreia do Norte

Por unanimidade, Conselho de Segurança aprova novas sanções contra Coreia do Norte

Em 3 de setembro, a Coreia do Norte declarou ter realizado um teste bem-sucedido de uma bomba de hidrogênio, destinada aos mísseis balísticos intercontinentais.

A votação no Conselho de Segurança da ONU acontecerá às 22H00 GMT (19H00 de Brasília), anunciou o presidente do organismo.

Mas o documento foi suavizado após vários dias de duras negociações com Rússia e China.

O projeto é um pouco menos rigoroso que o primeiro e se trata de um embargo progressivo sobre o petróleo destinado ao país em vez de uma proibição total, segundo fontes diplomáticas.

A Coreia do Norte ameaçou causar "a maior dor e sofrimento" sobre os Estados Unidos, caso o Conselho de Segurança das Nações Unidas imponha novas sanções contra o país após o lançamento de seu último teste de míssil, na semana passada. Também aceitou não congelar os bens de Kim Jong-Um, líder norte-coreano, decisão a qual Rússia e China se opuseram.

Ller este