Menino de 12 anos é baleado enquanto brincava em Duque de Caxias

Menino de 12 anos é baleado enquanto brincava em Duque de Caxias

Renan dos Santos Miranda, de 8 anos, baleado na cabeça neste domingo (3/9) durante arrastão de criminosos em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, teve morte cerebral, segundo a Polícia Civil fluminense. Apesar do quadro da criança, os médicos realizaram um exame para confirmar a morte cerebral.

"Fizemos uma votação, eu, a mãe e o irmão dele, e decidimos não doar".

O pai do menino tentava escapar de homens armados que faziam um arrastão na Avenida Gomes Freire, próximo à favela do Retão, em Duque de Caxias, quando teve seu carro atingido por tiros. "Sei que tem muita gente precisando, mas seria uma dor a mais para nós cortar o corpo para retirar os órgãos", disse o pai de Renan, Nilton Siqueira de Macedo. Um disparo perfurou o porta-malas e atingiu Renan. Segundo o "Bom Dia Rio", da TV Globo, a criança está com uma bala alojada no cérebro, já sofreu cinco paradas cardíacas e está em coma induzido.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense está investigando o caso, mas até o momento, ninguém foi preso. "Quem mata por esporte, prazer ou profissão sabe que não será punido", criticou o presidente da ONG Rio de Paz, Antônio Carlos.

Ller este