Ibovespa fecha em 74.319 pontos e bate recorde histórico

Ibovespa fecha em 74.319 pontos e bate recorde histórico

O principal indicador da Bolsa de Valores de São Paulo, o Ibovespa, superou sua máxima histórica ao bater, nesta segunda-feira (11), os 74.319 pontos.

Na véspera, o Ibovespa subiu 1,7%, a 74.319 pontos.

Pouco antes das 16h, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para abrir inquérito sobre a suposta participação do presidente Michel Temer em irregularidades no chamado "decreto dos portos".

Rogério Freitas, sócio diretor da Florença Investimentos, lembra que os agentes do mercado financeiro tentam antecipar os movimentos da economia e por isso a valorização da Bolsa ocorre antes de sinais mais concretos de melhora da atividade econômica.

- Até é possível questionar essa velocidade da valorização, mas o mercado tenta se antecipar a essa melhora. O recorde anterior do índice, que é formado por ações de sessenta empresas, havia sido estabelecido em 20 de maio de 2008 (73.516 pontos).

Do ponto de vista macroeconômico, a alta do atual pregão foi motivada pela expectativa de continuidade da redução da taxa de juros e perspectiva do andamento da agenda de reformas econômicas. em meio a esse cenário, Vale e as siderúrgicas sustentam esse movimento na Bolsa.

Cemig PN ganhava 4,36%, tendo no radar a possibilidade de parceira com a Vale em um leilão programado para o fim deste mês no qual a União oferecerá a investidores a concessão de quatro hidrelétricas já em operação. Isso acabou ajudando o desempenho das siderúrgicas. As preferenciais sobem 0,73%, cotadas a R$ 15,10, e as ordinárias avançam 1,09%, a R$ 15,69. Em outubro, vencem US$ 9,975 bilhões em contratos de swap cambial tradicional (equivalentes à venda de dólares no mercado futuro).

- A ELETROBRAS ON subiu 7,11 por cento e a ELETROBRAS PNB cresceu 6,23 por cento, entre as maiores elevadas do Ibovespa, com perspectivas de progresso nos planos de privatização da empresa.

O otimismo dos investidores faz com que até notícias contra o presidente Michel Temer sejam minimizadas.

Petrobras PN subia 0,60% e Petrobras ON tinha alta de 0,39%, em linha com o movimento dos preços do petróleo no mercado internacional. O indicador mede o comportamento da divisa americana frente a uma cesta de dez moedas.

Ller este