FIFA anula jogo entre África do Sul e Senegal por manipulação

FIFA anula jogo entre África do Sul e Senegal por manipulação

O jogo terminou com uma vitória de África do Sul por 2-1, e o motivo da repetição aconteceu perto do intervalo.

A 20 de Março, logo após o polémico jogo, os senegaleses pediram à Confederação Africana de Futebol (CAF) e à FIFA que investigassem a atuação do árbitro, Lamptey, que teria "adotado decisões escandalosas a favor da seleção sul-africana", nomeadamente grandes penalidades "duvidosas" e faltas sobre os senegaleses não assinaladas.

"A partida será disputada em novembro de 2017, e a data exata será divulgada em breve", completou. Joseph Lamptey assinalou mão na bola de um do senegalês Koulibaly na área da sua equipa, para surpresa de todos. O anúncio foi feito pela FIFA nesta quarta-feira que alegou suspeita de manipulação de resultado.

Lamptey foi declarado culpado de infringir o artigo 6, parágrafo 1, do Código Disciplinar - influenciar nos resultados transgredindo a ética.

"O Escritório de Eliminatórias da Copa do Mundo da Fifa ordenou que seja jogada novamente a partida entre África do Sul e Senegal, disputada em 12 de novembro de 2016". Veja o lance que motivou a erradicação de Lamptey, de 42 anos, no vídeo abaixo.

Atrás aparece o Senegal que, em caso de vitória, salta para a frente do grupo ao fazer oito pontos.

Com isso, a África do Sul fica com apenas um ponto, na última posição do Grupo D. Senegal tem cinco e está em terceiro lugar. A FIFA mandou repetir o jogo entre África do Sul e Senegal. Contudo, e só depois de consultar um dos seus assistentes, mudou de ideias e o jogo continuou com o mesmo resultado.

Ller este