Análise tática de Cruzeiro x Grêmio: o que Mano e Renato preparam

Análise tática de Cruzeiro x Grêmio: o que Mano e Renato preparam

Como venceu o jogo de ida, em Porto Alegre, por 1 a 0, o Grêmio avança à final com um empate diante do Cruzeiro. Com sua versatilidade, a joia costuma abrir espaços nas defesas adversárias e ser fatal quando tem as bolas nos pés.

Ao longo destes anos, Bressan coleciona algumas falhas que dão crédito à desconfiança, porém, para esta quarta-feira, não resta outra alternativa ao torcedor gremista se não apoiá-lo, porque sendo contrário ou favorável, é ele quem estará em campo. A vantagem vai ser usada na hora certa. Sem Douglas na armação, Luan assumiu essa vaga no time e em seu lugar Lucas Barrios comanda o sistema ofensivo. Já o time mineiro necessita ganhar por dois gols de diferença. Vale lembrar que há dois meses, o Tricolor visitou a Raposa pelo Brasileirão e empatou por 3 a 3, sendo agressivo durante os 90 minutos. A única ausência será Geromel, lesionado. O Palmeiras aproveitou a boa fase em 1998 e deu o troco ao conquistar a Copa do Brasil em cima do Cruzeiro.

Os dois maiores campeões da Copa do Brasil disputam nesta quarta-feira, a partir das 21h45 (de Brasília), no Mineirão, uma vaga na final da competição mais democrática do futebol nacional. Um novo 0 a 0 levará a decisão às penalidades. A dúvida fica por conta do meio de campo, lateral direita e ataque. Os volantes Hudson e Lucas Silva brigam por uma vaga no meio-campo. Como novidade, Maicon voltou a ser relacionado e pode começar o jogo entre os titulares.

Raniel marcou o gol da vitória simples do Cruzeiro sobre a Chape no jogo de ida das oitavas
Raniel marcou o gol da vitória simples do Cruzeiro sobre a Chape no jogo de ida das oitavas

No ataque, são pequenas as chances de Raniel ser o centroavante, com Rafael Sóbis indo para o banco.

Na Copa do Brasil, o Tricolor gaúcho tem cinco títulos (1989, 1994, 1997, 2001 e 2016) - o primeiro e por enquanto último campeão - e três vices (1991, 1993 e 1995) na história, não à toa o time mais "copeiro" do Brasil. Mas no histórico recente, o Cruzeiro tem motivos para querer se vingar. Caso o Cruzeiro devolva o placar, aí teremos pênaltis e é bom contar com uma noite inspirada de Marcelo Grohe para calar mais uma vez o Mineirão.

CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Léo, Murilo, Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Robinho, Thiago Neves; Alisson e Rafael Sóbis.

Ller este