Oito detidos em investigação a claques de futebol

Oito detidos em investigação a claques de futebol

De acordo com fonte da PJ de Braga, a operação incluiu "mais de 40 buscas entre domiciliárias e não domiciliárias, nomeadamente, a fábricas de pirotecnia" do norte e centro do país. Durante a Operação Petardo "foram identificadas actividades ilícitas relativas ao fabrico e venda de artigos pirotécnicos, ao tráfico de armas e a comercialização e utilização de petardos e tochas de fumo em recintos desportivos", segundo explica a PJ em comunicado.

Depois de um ano de investigação e milhares de horas de escutas telefónicas, a TVI sabe que já foi apreendido algum material, foram emitidos vários mandatos de buscas e já há mesmo detenções consumadas. Numa das buscas, já terão sido apreendidas explosivos que estão na posse das forças da autoridade para serem utilizadas como provas e analisadas. A operação foi acompanhada de um juiz de instrução e uma brigada de minas e explosivos da PSP.

O responsável adiantou que "também está a ser investigado" o ataque a tiro, em janeiro, a um autocarro com seguranças da empresa 2045, ao serviço do Sporting Clube de Braga.

Ller este