Papa canonizará em outubro os primeiros mártires brasileiros

Papa canonizará em outubro os primeiros mártires brasileiros

O transporte das relíquias dos mais jovens santos não-mártires é feito pela postuladora da Causa da Canonização de Francisco e Jacinta, irmã Ângela Coelho, e pelo assessor da postulação e atual diretor do Serviço de Peregrinos do Santuário de Fátima, Pedro Valinho.

"Os relicários em forma de candeias contendo as relíquias dos dois novos santos da Igreja Católica, uma madeixa de cabelo de Jacinta e um fragmento de osso da costela de Francisco, integram o cortejo de entrada da missa, sendo colocados no altar, junto da imagem de Nossa Senhora de Fátima", refere o Santuário de Fátima.

O "milagre" aprovado pelo papa, que permitiu a canonização dos pastorinhos em Fátima, relaciona-se com a "cura inexplicável" de uma criança brasileira que sobreviveu a uma queda de sete metros, noticiou hoje a Rádio Vaticana.

Beatificados pelo papa João Paulo II, em Fátima, em 13 de maio de 2000, a canonização dos dois irmãos dependeu anteriormente da aprovação, pelo papa, do milagre que foi anunciado pela sala de imprensa da Santa Sé, a 23 de março.

O milagre atribuído à intercessão das duas crianças, e que levou à beatificação, foi reconhecido em 1999.

Depois de transportada "ao hospital em coma, foi operada", e os médicos disseram que, "caso sobrevivesse, viveria em estado vegetativo ou, no máximo, com graves deficiências cognitivas".

Por isso, enaltece Carlos Cabecinhas, é com "ânimo renovado" que se convidam "todos a vir a Fátima, para rezar com o Papa Francisco e para dar graças a Deus pela santidade dos Pastorinhos".

O Vaticano anunciou na quinta-feira que o papa Francisco vai canonizar, a 13 de maio, os dois pastorinhos Jacinta e Francisco durante a sua visita a Fátima para assinalar o Centenário das Aparições.

Conta ainda a Rádio Vaticano que, após o acidente, "o pai da criança havia invocado Nossa Senhora de Fátima e os dois pequenos beatos".

Também conhecidos como "Os Três Pastorinhos", Lúcia dos Santos, Francisco Marto e Jacinta Marto foram três crianças portuguesas que teriam testemunhado três aparições de um anjo que se indentificara como "Anjo da Paz" ou "Anjo de Portugal".

Esta tradição começou "pelo facto de termos aqui tantos portugueses", mas agora é evidente a "grande a devoção a Nossa Senhora de Fátima" por parte da população e "temos muitas paróquias dedicadas a Nossa Senhora de Fátima" em todo o Brasil, afirmou o arcebispo de Recife.

Ller este